Após vetar praia, Santos proíbe também atividades no ‘calçadão’

83

A Guarda Municipal de Santos, no litoral de São Paulo, interditou o “calçadão” da orla da cidade neste sábado (4), após decreto da prefeitura que restringiu o uso da área para o lazer. Foram instalados gradis ao longo dos 7 km da orla, numa medida que dá continuidade à interdição da praia em si, já ocorrida na semana passada.

Mesmo com os bloqueios, os guardas ainda precisaram abordar munícipes e pedir que se retirassem do espaço.

A medida foi tomada pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) após a área continuar sendo usada para passeios e atividades físicas nos últimos dias, na contramão das medidas de quarentena adotadas no Estado de São Paulo e das indicações do Ministério da Saúde sobre a importância do isolamento social no combate à covid-19.

A ciclovia ficou limitada àqueles que utilizam a bicicleta para trabalhar, ficando vetadas para atividades esportivas, turísticas e de lazer.