Covid-19: transparência em 90% dos estados é insuficiente, diz pesquisa

119

As informações divulgadas sobre a pandemia do novo coronavírus são consideradas insuficientes em 90% dos estados e no governo federal, de acordo com o Índice de Transparência da Covid-19, da organização Open Knowledge Brasil, divulgado nesta sexta-feira (3). A pesquisa leva em conta dados publicados nos portais oficiais. As informações mais recentes foram processadas na quinta-feira (2).

O primeiro caso de covid-19 foi registrado no Brasil em 26 de fevereiro deste ano. O ministério da Saúde anunciou que houve 359 mortes no país até esta sexta-feira. Há 9.056 casos confirmados.

O levantamento indica que nenhum estado informa quantos leitos estão ocupados, nem de enfermarias, nem de UTIs, em relação ao total disponível. A organização destaca também a ausência de informações sobre testes disponíveis. Só uma das 28 unidades avaliadas disponibilizava esta informação. Três estados e o governo federal ainda não publicam informações por município e mais de 80% das unidades avaliadas (considerando 27 unidades federativas e a União) não divulgam dados em formato aberto, apenas em boletins ou em texto corrido.