Depen confirma 3 casos de covid-19 em presídios e antecipa vacinação

82

O Depen (Departamento Penitenciário Nacional) confirmou em seu painel de monitoriamento três casos de coronavírus entre presos do sistema prisional do país. O primeiro caso diagnosticado com a doença havia sido divulgado na quarta-feira (8), de um detento que cumpre pena no regime semiaberto no Centro de Progressão Penitenciária do Pará, em Belém. Os outros são no Ceará e no Distrito Federal.

Além dos confirmamdos, já são 118 casos suspeitos, segundo o Depen. Nesta sexta-feira (10), o Ministério da Justiça e Segurança Pública anunciou que vai antecipar para o dia 16 de abril a campanha de vacinação contra gripe dos presos e policiais penais. O pedido foi feito pelo ministro Sergio Moro.

A campanha, segundo o ministério, vai se somar a outras medidas para evitar o coronavírus no sistema prisional do país.

A vacina contra influenza não tem eficácia contra o coronavírus, mas auxilia os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico da covid-19, já que os sintomas são parecidos, além de ajudar a reduzir a procura por serviços de saúde.